A doença na homeopatia x medicina convencional

A maior diferença entre a Homeopatia e a medicina tradicional é a maneira como a doença é encarada: para a escola alopática, a doença é um mal localizado em um órgão ou em uma função e que deve ser combatido a todo custo. Já a Homeopatia enxerga o que conhecemos hoje por “doença” como sinais.

Num processo dinâmico em busca de restabelecer o equilíbrio, o organismo produz um conjunto de sintomas, único meio que temos de saber o que está acontecendo em seu interior. Se extirparmos localmente esses sintomas, a cura não será verdadeira.

Cada um de nós é um ser único, e reagimos de modo diferente aos mesmos estímulos. Portanto, devemos buscar tratamentos que respeitem nossa individualidade. Enquanto aceitarmos passivamente a “globalização” de nossos males, estaremos sujeitos à perda de nossa identidade e de qualquer possibilidade de cura.

A Homeopatia é uma medicina baseada na observação clínica, independe de tecnologia sofisticada ou de exames e medicamentos dispendiosos. Os mesmos princípios, os mesmos medicamentos e até a mesma nomenclatura é usada em qualquer país onde seja praticada – nos seres humanos, animais e até na agricultura! É fundamentalmente livre de patentes. É ao mesmo tempo preventiva e curativa, barata e de amplo alcance.

Trocando em miúdos, uma medicina SUSTENTÁVEL, tanto para o planeta como para os seres por ela tratados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by